Estudo de Caso: Apoio do PAT

LOCAL: Londres, Reino Unido
PROBLEMA: Dificuldade de concentração resultante de problemas parentais
SOLUÇÃO: Apoio do PAT

Um casal ligou da sua casa em Londres para a Workplace Options. Estavam preocupados com sua filha de 15 anos. Estavam desconfiados de que ela estivesse experimentando drogas e álcool. Um dos nossos consultores falou com os pais sobre problemas típicos de comunicação que ocorrem entre pais e adolescentes. Ensinou-os a lidar com conflitos familiares e sobre a melhor forma de estabelecer limites e regras de base que fossem consideradas justas, tanto pelos pais como pela filha.

Além disso, enviou-lhes alguns folhetos de informação sobre drogas, uma vez que tinham citado o receio de que a filha tivesse experimentado drogas. O consultou sugeriu que se, após a leitura dos folhetos e depois de saberem mais sobre os sinais, continuassem convencidos de que a filha estava envolvida com drogas, poderiam ser imediatamente encaminhados para uma linha direta de apoio com especialistas no assunto. O consultor ofereceu-se ainda para enviar à filha um pacote de informações para adolescentes (os pacotes prestam aconselhamento especificamente direcionado para adolescentes sobre drogas, contracepção, direitos e responsabilidades, entre outros).

De acordo com os conselhos recebidos, o casal teve uma longa conversa com a filha e estabeleceram algumas regras de base, como a frequência das saídas e as horas de voltar para casa. Também conversaram sobre estratégias para lidar com a pressão dos colegas. Com a sua autorização, foi organizada uma reunião com um conselheiro sobre drogas, na qual leram juntos folhetos de informação sobre drogas e conversaram sobre os efeitos negativos do consumo de drogas.

Saiba mais sobre os nossos produtos de apoio do PAT 

Nota: os serviços disponíveis podem variar em função do mercado. Contacte-nos para mais informações.

A história acima baseia-se numa situação da vida real. Contudo, determinados dados foram alterados ou omitidos para assegurar o anonimato do beneficiário do apoio.